Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Notícias
De olho no mercado de trabalho: acadêmicos do curso de Sistemas de Informação da Esucri apresentam TCCs

Trabalhos foram apresentados na instituição e são voltados ao desenvolvimento de produtos tecnológicos

 

Foco no mercado de trabalho na área de Tecnologia da Informação (T.I): esse é o objetivo dos acadêmicos do curso de Sistemas de Informação da Faculdades Esucri ao desenvolver seus projetos de conclusão do curso. Com a orientação dos professores capacitados, os alunos exploram temas viáveis e voltados à aplicação contínua no meio, sempre aliados à inovação.

 

Usando os conhecimentos adquiridos ao longo do curso, os acadêmicos da oitava fase desenvolveram durante o mês de novembro 12 Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs), voltados ao desenvolvimento de produtos tecnológicos, facilitando o dia a dia. Conforme com o tema de cada equipe, foram criadas maquetes utilizando a plataforma Arduino para ilustrar o trabalho.

 

“Foram incluídos nos trabalhos conceitos de aplicação da tecnologia no software desenvolvido, como as ferramentas de linguagem de programação e banco de dados. Além disso, houve o processo de desenvolvimento de software, como modelagens, usabilidade e a pesquisa específica dos grupos, na área para qual o sistema foi desenvolvido”, explica a coordenadora do curso, professora Andreia Ana Bernardini.

 

A acadêmica da oitava fase da graduação Thaís Madeira, junto com os colegas Fabio Manarin e Larissa Idalencio, apresentou um dos melhores trabalhos deste semestre, baseado em um conceito atual: a IoT. “Desenvolvemos um aplicativo híbrido destinado à automação residencial. Com uma linguagem de programação híbrida, chamada Ionic, junto com teoria da Internet das Coisas, ou Internet of Things (IoT), possibilitamos que qualquer pessoa se conecte à sua própria casa e realize comandos básicos, como ligar um alarme anti roubos”, explica.

 

Segundo Larissa, que compõe o grupo, foi construída uma mini casa de madeira para o trabalho. “Tivemos a construção de uma casa em MDF com competentes ligados ao Arduino e controlado pelo app de celular, utilizando Ionic. Entre os comandos estavam, por exemplo, abrir e fechar um portão, um ventilador que por meio de um sensor ligava a partir de 25°C, ligar e desligar lâmpadas e alarme com sinal sonoro e sensor de presença”.

 

A coordenadora Andreia complementa a importância do curso na região de Sul de Santa Catarina. “O diferencial da graduação está em preparar os nossos acadêmicos diretamente para o mercado de trabalho da região, sempre aliando a teoria da sala de aula com a prática e constante atualização”.

 

 

“Foi muito gratificante ser uma das desenvolvedoras desse trabalho, e ele não termina no curso. A Iot é algo de grande valor que as pessoas irão agregar na rotina, os dispositivos digitais que coletam e transmitem dados pela Internet são o futuro. Quando iniciei meus estudos na Esucri e entrei no curso não tinha noção de tecnologia e o que aprendi resultou neste projeto incrível”, conclui Larissa.

 

Confira os demais trabalhos apresentados neste semestre:

 

“Sistema para gerenciamento de consumo de equipamentos elétricos utilizando Arduino”, dos acadêmicos Gustavo Alano Perito e Liziane Boeing.

 

“Estudo do uso de chatbots como ferramenta de apoio ao Service Desk”, dos acadêmicos Eduardo Demétrio Macarini, Guilherme Mendonça Colombo e Marciano Candido dos Santos.

 

“Sistema inteligente de gerenciamento de semáforos”, dos acadêmicos Lucas Monteiro, Renan Zacaron Mendes e Victor Zacaron Mendes.

 

“Const: software de auxílio ao conselho tutelar”, dos acadêmicos Gabriela de Farias Alexandre, Kauê Henrique Kuhnen e Nathan Zanelato Ducioni.

 

“Sistema para gerenciamento de acesso a ambientes utilizando RFID”, dos acadêmicos Gustavo Roberto Zeferino, Isack Nesi Destro e Stela Laureano de Souza.

 

“Adotapet: software para controle e acompanhamento da doação e adoção de animais”, dos acadêmicos Carlos Gabriel Dal Farra Machado, Ezequias Moreira do Prado e Gustavo Rafael Luza.

 

“Aplicação da realidade aumentada para auxiliar no aprendizado de crianças autistas”, dos acadêmicos Alexsander Domingos Cordeiro, Luan Farias de Souza e Patrick Sinfrônio Uggioni.

 

“Extração, formatação e integração de dados da web para aplicações utilizando inteligência artificial”, dos acadêmicos Vinicius Valga Topanotti e Vitor Spilere Lamarque.

“Software para geração de uma dieta flexível com base no perfil do usuário”, dos acadêmicos Cairon Sergio de Freitas, Gabriel Brogni Zaccaron e Gabriel Longarete Mandelli.

 

“Estudo e aplicação de mineração de dados em alunos com dificuldade de aprendizado em programação”, dos acadêmicos André Cardoso dos Santos, Everton Alexandre e Guilherme De Luca Santos.

 

“Indicadores para um modelo de aderência em gerência de requisitos do nível g do MPS.BR”, dos acadêmicos Fernando Toretti de Melo e Vaime Christian Duarte da Silva.

 

Texto: Natasha Monteiro, sob supervisão de Amanda Garcia Ludwig / Traquejo Comunicação
 


Foto: Divulgação Esucri